Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Domingo, 8 de Maio de 2005
Intenção ou propósito
De repente, percebo que só pertenço aos sítios onde não estou e que só me entrego a quem não está. Percebo que troquei um futuro mais que perfeito por um presente indicativo mas não percebo quanto de tudo isso foi destino e quanto de tudo foi intenção ou propósito.
 
                                   
 
Esta noite aperta-me e dobra-me. Faz sombras chinesas com o meu corpo.
 


publicado por SigurHead às 11:33
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 18 de Maio de 2005 às 01:46
Vê-se que és caranguejo! O que é bom e mau, neste caso, só te digo...Vais encher de novo as mãos, mas quando conseguires lavá-las para poderes, ai sim, encher de novo...Com novo!Kissifur
</a>
(mailto:rqm_e_dbauhaus@hotmail.com)


Comentar post