Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Segunda-feira, 21 de Março de 2005
Angels of the Universe - einar már gudmundsson
Lá fora está frio.
Por vezes, fico sozinho na escuridão.
Por vezes, fico deitado como uma ilha no mar frio e estremeço.
Baldvin, o Rei do Império Britânico, tinha razão: não tenho tomado conta dos meus anjos.
Já há muito que caíram na Terra e deambulam com as asas tosquiadas pelos corredores desta misteriosa casa, onde os dias passam no lento vazio de tudo o que desapareceu, ardeu e se perdeu.
Está frio lá fora.
As orlas brancas das ondas encrespam-se no mar, agora negro e eriçado como a escuridão do espaço sideral. As luzes, em Akranes, do outro lado da baía, brilham como uma distante cidade dourada, enquanto a cidade sobe e desce as colinas e as encostas, como um electricista perdido com os seus candeeiros.
É frio o vazio do espaço sideral, frias são as luzes no corredor, e os olhos da vigilante; são frios os medicamentos na bandeja.
Agora as estrelas olham fixamente o hospital e a solidão das baías estende-se na escuridão.
Talvez Chagall visse vacas a voar se estivesse aqui, ao pé da janela, onde me encontro agora, olhando as ondas desvairadas e o mar negro.
Ás vezes, oiço os violinos do mundo.
Ás vezes, vejo as montanhas brancas, de neve, a marchar.
Uma vez, vi feiticeiras a voarem por aqui, em paus de vassoura, mas foi na passagem do ano, durante o fogo de artificio.
Subo até ao pico e toco as estrelas com os dedos. Agarro nas nuvens e enrolo-as, como um cachecol, á volta do pescoço. Voo com os pássaros e desapareço, como uma baleia, rumo ás profundezas.
 


publicado por SigurHead às 16:38
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Apenas quando o mundo nos...

Anoitece devagar

Mas comigo era diferente....

Tanto para te dizer

...

Não digas a ninguém

Dei-me sempre mais do que...

Luminoso afogado

Roída a dor muda

Antídoto

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

links

Free Website Counter
Indicador de Status