Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2005
Feliz Aniversário.
Gostava de te escrever hoje algo diferente de tudo que já te escrevi e falei. Uma mensagem sem rasuras ou uma única gota de tristeza das lágrimas a escrever esta carta. Que ao lê-la o teu coração pulsasse mais rápido, os teus olhos brilhassem mais e os teus lábios pudessem sorrir, comovidos. Uma carta simples, mas espontânea. O meu presente de aniversário para ti é o que tenho de mais precioso, porque é um pouco de mim mesmo onde se encontra tudo que há em mim de mais puro, verdadeiro, sagrado e pessoal acompanhado da vontade de te ver sempre feliz. Se quiseres, podes chamá-la "Amizade" ; ou, mais correctamente ainda, "Amor". Que esta felicidade que te auguro hoje te acompanhe sempre, sempre. Quero que saibas que valeu apena conhecer-te, valeu apena deixar o destino fazer-nos encontrar. Gostava que Deus subscrevesse a sorrir, tudo o que acabei de escrever! Existe uma coisa que realmente vale a pena. Um sentimento que conduz as nossas vidas por um caminho tranquilo que antes não imaginava existir. Mostras-te que na inconstância das coisas passageiras existe sempre uma palavra, um gesto que devemos guardar eternamente. Quero aproveitar o teu aniversário para te dizer que todos os momentos que passei ao teu lado ficarão guardados no meu coração. Estou feliz e quero dividir contigo, tornando o teu aniversário ainda mais especial.
Parabéns pelo teu aniversário.
Beijos


publicado por SigurHead às 00:37
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 13 de Janeiro de 2005 às 10:18
cada um é que escreve a sua história e a dos outros.danyel
</a>
(mailto:)


Comentar post