Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Quinta-feira, 20 de Maio de 2004
"Amor"
"Às vezes, penso que é impossível que entendas completamente aquilo que sinto. A culpa não é tua. Não existe culpa. As palavras que tenho são muito insuficientes, são muito imperfeitas."
"Nós somos feitos de tantas coisas impossíveis, tantas coisa de que duvidámos, tantas coisas que verdadeiramente acreditámos impossíveis, com todas as certezas, com todas as dúvidas. Nós somos impossíveis e, no entanto, somos possíveis. Estamos aqui. É isto que não sei como dizer-te. É isto que não sei se entendes completamente".
"Olho-te nos olhos e basta-me a verdade desta palavra ... basta-me a verdade do teu nome ...".
"- Abraça-me. Abraça-me com força. E quando já não estiver aqui, abraça o mundo. Estarás a abraçar-me, esteja aonde estiver."
 
                                                                                       José Luís Peixoto
 
 


publicado por SigurHead às 00:27
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Apenas quando o mundo nos...

Anoitece devagar

Mas comigo era diferente....

Tanto para te dizer

...

Não digas a ninguém

Dei-me sempre mais do que...

Luminoso afogado

Roída a dor muda

Antídoto

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

links

Free Website Counter
Indicador de Status