Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Sábado, 3 de Abril de 2004
Perdem-se aromas, gestos, instantes
                         
 
A vida é galopar um caminho de horas minutos e segundos. Eu só quero que o suspiro que surge do último segundo me transporte para o segundo seguinte. Cada passo é diferente de outro. Ao contrário a rua é sempre a mesma, levo horas a andar. Quero perder-me mas não posso. O tempo passa mas a recordação é cada vez mais pesada, perdem-se aromas, gestos, instantes saltam visões suicidas, o vazio, ar pesado da memória. Que posso fazer? Se não fizer nada até a lembrança a única coisa que tenho deixara de habitar em mim. Cada vez que acordo custa-me mais arrancar para um novo dia. Perco-me nos sonhos escritos, na merda das palavras, nas emoções de sentimentos, nesta estúpida forma de amar.
 


publicado por SigurHead às 00:05
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 3 de Abril de 2004 às 01:23
Nao te resta fingires a felicidade, resta-te sim lutares por ela.
E se queres mudar, a mudança nao vem só da vontade de mudar não é, vem da força dessa vontade! há uma frase que diz TENHO FORÇA DE VONTADE, NAO TENHO É VONTADE DE FAZER FORÇA! Nao será esse o teu caso?

Luis
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 3 de Abril de 2004 às 01:19
O teu blog e os teus textos são lindissimos, vindos de uma alma doce e sofrida, mas uma alma que precisa acreditar nela e voltar a sorrir.
A esperança deve iluminar novamente o teu coração.
Adorei a tua escrita...nela se reflete a tua alma, o teu mais profundo sentimento.
Dá uma vista de olhos no meu blog http://pedevento2004.blogs.sapo.pt (http://pedevento2004.blogs.sapo.pt)
Tudo de bom para ti...continua a escrever pois escreves muito bem, gostei.

Angela
</a>
(mailto:)


Comentar post