Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Sábado, 27 de Março de 2004
Pássaro
Há um pássaro que habita em mim, um pássaro que se recusa a voar para a liberdade que lhe permito. Um pássaro que me pune com a presença, que me corroe as vísceras. Ordeno que voe, que me deixe, mas não. Não me obedece, não voa. Continua a ferir-me todos os dias, até que me renda. Mas não me rendo. Sou forte e resisto. Grita e tenta calar-me com asas castradoras de emoções. Sou a presa, ainda que caçador. Busco-me a mim mesmo dentro da ave que me habita. Dou-me a liberdade que não quero, e fujo de mim num voo rasante no mar dos sentimentos.


publicado por SigurHead às 12:27
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Apenas quando o mundo nos...

Anoitece devagar

Mas comigo era diferente....

Tanto para te dizer

...

Não digas a ninguém

Dei-me sempre mais do que...

Luminoso afogado

Roída a dor muda

Antídoto

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

links

Free Website Counter
Indicador de Status