Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Domingo, 12 de Março de 2006
Gostar que nunca perdi
Foste o que restou de mim naquelas noites apressadas de conversas breves e cadenciadas às quais hoje perdi a conta. Lembro-me porém de ti, do DKNY que foste entranhando em mim. Mais uma madrugada 4:36 está a tremer em mim o desejo como na primeira vez. A existência de um nós em tu e eu. Ilusão que no inicio era mais tua e mais minha no final. Encontrei um corpo, uma mão que me tocava. Hesitação latente dos corpos. Hoje pertenço a um corpo ausente apesar de me ter sido tão familiar. Apesar de tudo gostava de poder voltar e nesse retrocesso poder eternizar aqueles momentos. Dentro do meu ser quebrado ainda sinto o teu toque, teus beijos, teus lábios nos meus lábios. O teu abraço forte o teu corpo no meu corpo. Foi bom e apesar de tudo voltava, não me arrependo deste-me as melhores horas da minha vida. Pena que tudo tenha sido tão fugaz apesar dos abraços, beijos... que foram sentidos. O bilhete de ida, sabiamos da despedida. Sem mais formalizamos o pedido ao funcionário, tiraste do bolso esquerdo dos jeans as moedas que iriam pagar a viagem para longe. Trocamos os olhares num último abraço já não esperado mas sempre desejado. O abraço que ficou por dar o ultimo beijo que nunca foi dado por estarmos naquela estação no meio da multidão tão diferente do espaço do quarto 121. Rectificaste o pedido uma volta para o teu destino. Se eu existisse nele, gostaria de ser apenas um desconhecido que nunca tivesses amado.
Se eu existisse no teu destino gostaria mesmo de nunca ter existido. Assim, a desilusão não seria mais que uma ilusão. E eu adoro a tua inexistência. Se um dia voltasses a existir, não quereria mais que a tua existência.
Foi por ti e contigo que começou este gostar que nunca perdi. É por ti que continuo esta viagem até à próxima estação, mesmo sabendo que não vais lá estar a aguardar-me feliz na chegada
.
 Toranja - Laços mp3

 

 



publicado por SigurHead às 04:33
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De leonardo a 13 de Março de 2006 às 23:26
há momentos em que, na hora da partida, nos dá uma vontade imensa de comprar um bilhete de ida-e-volta...

:)


Comentar post

pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Apenas quando o mundo nos...

Anoitece devagar

Mas comigo era diferente....

Tanto para te dizer

...

Não digas a ninguém

Dei-me sempre mais do que...

Luminoso afogado

Roída a dor muda

Antídoto

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

links

Free Website Counter
Indicador de Status