Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Sábado, 18 de Março de 2006
Dissemos amo-te para ter sexo?

 

Dissemos amo-te só para ter sexo ou será que foi o inverso? Dissemos sexo só para termos um pouco de amor?
O nosso amor parece não ter passado de um comodismo básico. Estando eu estupidamente quase que ligado à tua vida por um cordão umbilical, parecia que não havia espaço para a minha vida. Houve uma fusão de vidas que não deveria nunca ter acontecido.
Hoje sou só eu mas naquela altura o que tu menos querias era que eu fosse apenas eu; não que me quisesses moldar à tua imagem não é isso, simplesmente não querias que fosse eu: em bom rigor, nem tu sabias quem querias que eu fosse. Apenas querias que fosse tudo como tu querias, sem saber onde isso ia dar. Mas eu nunca quis ser como tu apontavas. Por isso discutíamos, aborreciamo-nos um ao outro: não nos respeitávamos, dizíamos coisas que não sentíamos só porque sabíamos que íamos magoar a outra parte.
O problema é que nunca acertamos no ponto de equilíbrio. Aquele que permitiria que do amor não brotasse mágoa. O meu amor não se compadeceu com meias metades, meias verdades, meias certezas, quase que evidentes probabilidades. Às vezes, pensava que para sempre.
Já não és nada, (sobretudo eu não sou nada), vais voltar a ser, voltaste a ser, não posso dizer palavra. Opto por apenas fazer aquilo que sempre fiz sofrer comigo, ficar calado, esperando silenciosamente que um dia mudes. Não que sejas outra pessoa, apenas que mudes. Mas, (in)felizmente, nunca mudaste.

 



publicado por SigurHead às 02:48
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De *sininho* a 18 de Março de 2006 às 12:43
sim...em alturas dessas o desespero é enorme. Também passei po isso, apesar de ser mesmo muito nova.
O meu 1º e único amor (até agora) fez-me sofrer assim. Mas felizmente consegui ultrapassar.
Adorei o blog e está nos meus favoritos. Dás 1 vista d olhos ao meu também?


De Anónimo a 18 de Março de 2006 às 15:27
Até à pouco tempo pensava q nunca tinha amado ninguém..hoje já não sei...
encontrei uma pessoa especial que encheu a minha vida, mas q os nosso mundos não podem juntar-se, pelo menos por agora tenho a certeza que acabou.
Ficam as recordações, são essas que nos acompanham nos sonhos
Beijinhos
Sofia


Comentar post

pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Apenas quando o mundo nos...

Anoitece devagar

Mas comigo era diferente....

Tanto para te dizer

...

Não digas a ninguém

Dei-me sempre mais do que...

Luminoso afogado

Roída a dor muda

Antídoto

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

links

Free Website Counter
Indicador de Status