Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Sábado, 13 de Maio de 2006
Mas comigo era diferente. Lembras-te?

O começo da viagem que nos iria levar para longe. Nunca te disse mas na viagem para o Porto olhando nos teus olhos enquanto ias escutando musica no teu leitor riscado de outras viagens e com o olhar fixo num ponto qualquer eu vi nos teus olhos que não existias só tu e eu. Nesse momento foi como profanar-te haviam outros rostos que se fundiam em nós e nos dias que partilhávamos. Tínhamos duas vidas para lá dos nossos encontros. Tínhamos outros. Mas comigo era diferente. Lembras-te quando dizias que comigo era diferente? Gostava tanto que me tivesses mostrado o Porto como querias. Mas não houve tempo desta vez era eu que tinha o bilhete de ida. Hoje ainda é uma cidade que conheço mal. Apesar de ter raízes no norte a minha vida foi sempre mais a sul. Um ultimo café a chuva, sempre a chuva presente enquanto estivemos presentes. Nos teus olhos uma lágrima contida que também existia nos meus com um trago que tentava soltar-se. Mais uma vez despedimo-nos num olhar voltas-te as costas entrei no comboio e nunca mais iria voltar a ver-te, nunca mais. Desconhecia essa realidade. Nunca cheguei a ver o piercing que me disseste que tinhas colocado na sobrancelha. Viagem para Lisboa sentia-me estranho a caminho de casa. Eu era feliz e eras tu quem me dava essa felicidade. Que futuro?! Estava escrito que não iríamos voltar. Os motivos para não haver um novo regresso ainda hoje se amontoam na minha cabeça.



publicado por SigurHead às 03:17
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De SF a 28 de Dezembro de 2006 às 12:39
Amei o teu blog... não pares nunca!


Comentar post

pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Apenas quando o mundo nos...

Anoitece devagar

Mas comigo era diferente....

Tanto para te dizer

...

Não digas a ninguém

Dei-me sempre mais do que...

Luminoso afogado

Roída a dor muda

Antídoto

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

links

Free Website Counter
Indicador de Status