Porque sabes que eu estou aqui. Porque eu sei que me sabes ler no silêncio.
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2005
Foder juntos
Quando nos comemos de uma forma como nunca, fizemos os verbos mais sagrados. No máximo fizemos o mínimo necessário dissolvemo-nos, misturamo-nos. A vida tinha-se encarregado de nos ensinar que a felicidade do amor não se fez para adormecer nela, mas sim para nos fodermos juntos. Não irei negar nunca que te amei nem mesmo quando estive deitado, nu, sobre os lençóis e me obrigas-te a dizer amo-te antes de te foder.


publicado por SigurHead às 10:29
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Apenas quando o mundo nos...

Anoitece devagar

Mas comigo era diferente....

Tanto para te dizer

...

Não digas a ninguém

Dei-me sempre mais do que...

Luminoso afogado

Roída a dor muda

Antídoto

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

links
blogs SAPO
subscrever feeds