2 comentários:
De Anónimo a 3 de Julho de 2004 às 15:35
Douro tem montes que não deixam de crescer, videiras que ninguém pode contar, oliveiras que vivem a rezar, e um rio que não pára de correr, pedaço de viril beleza. Visitei a Régua pela 1ª vez em Agosto de 2003, quem me dera que todas as cidades fossem como Ela.

Filipe Gonçalves
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 2 de Julho de 2004 às 23:36
Que fotos tão bonitas
;)
*BjInHoS*selebiana
(http://nadademais.blogs.sapo.pt)
(mailto:selebiana@sapo.pt)


Comentar post